terça-feira, 30 de setembro de 2014

5 Dicas para a sua primeira viagem de intercâmbio


Oi, gente!

Hoje eu quero dar para vocês 5 dicas para uma viagem internacional de longa duração, mais especificamente um intercâmbio, pois você estará exposto a um clima completamente diferente do seu por mais tempo. Ou mesmo quem fará uma viagem mais longa mesmo ou apenas irá viajar, as dicas também funcionam. Vamos lá?

Dica Nº 1. 

Sempre visite o seu médico antes, pode ser o clínico-geral, o urologista, a ginecologista, não importa, de preferência o médico que lhe acompanha normalmente. Você explica que fará essa viagem, o lugar, as condições climáticas, etc, e pergunta se ele lhe recomenda algo.

Caso você seja o tipo de pessoa muito alérgica (assim como eu) vá no otorrinolaringologista ou no alergologista, eu sempre vou no primeiro, pois meus problemas são sempre respiratórios, uma garganta inflamada, amídalas, rinite alérgica, etc. Acredite em mim, ele sempre saberá o que fazer e o que lhe receitar. Eu, por exemplo, sempre viajo com spray nasal extra (conta-se o tempo que eu vou passar viajando e faz-se uma média de quantos irei precisar) e comprimidos de alergia, o que o médico recomenda (confie no seu médico, isso é importante).

Para quem quer saber, o meu médico é o Dr. Gustavo Sá, otorrinolaringologista, ele atende na Biocardio São Lucas, ele é ótimo, não troco ele por nenhum outro, depois de mim, toda a minha família resolveu ser atendida por ele (atestando que o atendimento é bom!).

Dica Nº 2.

Todos os medicamentos que você sabe que usa de vez em quando, coisas comuns que não precisam de receita médica, como remédio para dor de cabeça, relaxante muscular, dor de estômago, febre, qualquer coisa, lembre sempre de passar na farmácia antes de viajar.

É importante que você leve toda a sua medicação com você, por 2 motivos: primeiro você não tem que comprar remédio se ficar doente; segundo que comprar remédio sem receita no exterior é uma missão quase impossível, dependendo do país isso não acontece.

Dica Nº 3.

Se você for estudar e a sua escola não fornecer caderno ou você não sabe, leve sempre do Brasil, saia preparada, bolsa de lápis, canetas coloridas, corretivo, post it, enfim, tudo o que você está acostumado a usar, pois se engana que papelaria vai ser mais barato por aqui, o preço é igual ou mais caro. E nada lhe garante que a marca é boa como a que você tem no Brasil (Sim, os produtos brasileiros são de boa qualidade, logo, valem o preço que é cobrado!). Sem falar que você pode escolher tudo na maior frescura, se você for menina.

Dica Nº 4.

No geral, as peças de vestuário brasileiro tem uma melhor qualidade no Brasil, então nada de dizer: "Ah, vou levar pouquíssima roupa, porque as roupas na Europa são melhores e mais baratas". 

A verdade é a seguinte: depende muito, se você quer comprar roupa mais barata que no Brasil, isso é mito, às vezes, com muita sorte você encontra roupas mais baratas - eu tenho alguns achados -, mas a qualidade é melhor nem comentar, eu não troco as minhas roupas brasileiras pelas europeias, apesar de gostar muito de algumas, porque alguns modelos só se encontram aqui.

No entanto, se você não tem problema com preço e o seu intuito é gastar, então você veio para o lugar certo, as grandes marcas de roupas - aquelas bem caras - tem peças de muito boa qualidade (Eu ainda prefiro o acabamento brasileiro!! Me descobri uma grande fã da costura brasileira no Velho Continente).

E os sapatos...só quero dizer o quanto agradecida eu sou por ser brasileira e morar no Brasil, pois as nossas sapatarias - salvo algumas exceções - são verdadeiramente preocupadas com o nosso conforto e bem estar. Os sapatos europeus são muito duros e machucam bastante.

Dica Nº 5.

Última dica, mas não menos importante, talvez a mais importante, traga um hidratante de sua preferência, se você for homem e não costumar usar hidratante, vai no supermercado e compra qualquer um que esteja na prateleira, ou pede para a sua mãe colocar um na sua mala.

Eu recomendo passar pelo menos uma vez ao dia, antes de dormir, pois o hidratante faz muita diferença! O clima na Europa é muito agressivo para a pele, então ela resseca muito rápido. É fácil ver uma camada branca na sua pele, isso é a camada de pele saindo de tão seca que está. O motivo? Frio excessivo, banhos quentes, clima diferente, etc. Assim, a pessoa é forçada a se cuidar.

Bom pessoal essas foram as minhas 5 dicas hoje, eu espero que tenham gostado. Me deixem saber se vocês gostaram das dicas, pois eu posso dar mais algumas no futuro.

Beijo grande e até a próxima!

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Por que a Alemanha?


Gente, eu sei que essa pergunta já foi meio respondida no post passado, no entanto, com o passar dos anos as coisas mudam, e as coisas não são tão preto no branco como eu expliquei no post anterior, claro que o motivo principal é aquele lá, mas o que vocês não sabem é que...

...eu tinha desistido de aprender alemão, haha, então a pergunta que surge é: o que diabos você está fazendo na Alemanha?

Engraçado, né? Eu mudo constantemente de opinião. Quando eu entrei na universidade (sou formada em Direito), meu sonho, meta e objetivo eram um só: me formar e prestar o concurso para o Instituto Rio Branco (é daí que saem todos os diplomatas do Brasil).

Eu estava completamente focada nessa meta, logo, o que eu precisava para esse concurso era falar inglês fluente, ter noções de espanhol e de francês, além, claro, de falar português. Assim, de que me serviriam os outros idiomas? Eu só precisava de 3 mesmo. Desse modo, eu dei 'tchau' para a minha listinha de sonhos.

Eu já estava na universidade e só falava português, eu fiquei desesperada, imediatamente tracei um plano de quantos idiomas eu precisava aprender durante a faculdade e coisas que eu deveria saber para tentar o Itamaraty (depois de uns 2 anos esse plano foi por água abaixo, mas valeu a tentativa).

Durante a faculdade eu fiz uma amizade muito preciosa com o Júlio, ele é uma inspiração no campo dos idiomas, ele fala português, inglês, italiano e alemão. O sonho dele era viver na Alemanha, fazer uma pós-graduação nesse país.

Obviamente, com sonhos tão similares nós nos identificamos rapidamente. E um dos nossos sonhos em comum se tornou viajar para a Europa juntos. Tentamos fazer isso no início de 2014, mas não deu certo. Quando eu voltei para o Brasil ele ficou insistindo que eu deveria aprender alemão, como eu estou sempre aberta a aprender novos idiomas eu passei a reconsiderar o alemão como uma das minhas opções, afinal, eu já estava em um curso de francês e outro de italiano mesmo, que mal faria chegar ao 5º idioma?

Ele me emprestou alguns livros e me deu algumas dicas do idioma. Eu passei a estudar sozinha em casa, o estímulo não veio. O tempo passou e ele continuou na ideia de viajarmos. Eu tinha acabado de voltar da Europa, sendo assim, não havia muita possibilidade de viajar para o Velho Continente uma segunda vez no mesmo ano.

O que é mais incrível é que já muito próximo de Setembro, da data em que ele escolheu para realizar seu sonho, ele me convenceu a seguir junto com ele. O italiano e o francês ficaram para trás e o alemão virou primeira opção. Fácil assim, como num passe de mágica.

Incrível, né? Mas a vida é assim, necessariamente feita de escolhas. Eu escolhi dedicar um ano da minha vida ao estudo de idiomas e não me arrependo nenhum pouco das minhas escolhas. Às vezes, as escolhas que fazemos não são as que as outras pessoas esperam de nós. Mas se essas escolhas são os que nos fazem felizes, qual o problema? 

O tempo que eu vou passar aqui não é o suficiente para aprender o alemão, que é um idioma difícil, mas não é pouco, tendo em vista o fato de que eu estarei em contato com o alemão e com a cultura alemã o tempo todo. Eu ainda estou estudando em casa. A data do curso não bateu com as minhas datas aqui, o grande detalhe foi que eu aceitei ir para a Polônia durante a semana, quando eu achava que era no fim de semana, mas paciência, tudo tem seu tempo e seu jeito.

A Alemanha está se revelando um bom lugar para aprender o idioma e para se morar. Eu tenho certeza que vou ter ótimos relatos para compartilhar.

Beijos e até a próxima!

domingo, 28 de setembro de 2014

Por que aprender idiomas?

Oi, pessoal!

Como estão todos?

Aproveitando o domingão? Bom, eu espero que sim. Vamos ao que interessa? Finalmente irei satisfazer a curiosidade de vocês, né? hahaha


Quando eu era bem mais jovem, talvez há uns 15 anos ou mais, eu ouvi a palavra poliglota em um desenho, fiquei imaginando que era algum ogro, algum bicho feio, mas o desenho explicou que era uma habilidade e aos poucos eu entendi que era alguém que falava muitas línguas. Depois que eu aprendi essa palavra fiquei me achando especial por ter aprendido uma palavra tão legal (crianças, hehe).

Algum tempo depois, eu fiquei me perguntando quantos idiomas seriam necessários falar, compreender e escrever perfeitamente bem para ser considerado uma pessoa poliglota. Talvez 4, 5 ou mais? Alguns anos mais tarde eu passei a imaginar como seria legal se eu soubesse falar muitas línguas e acabei fazendo disso um tipo de meta. Se eu conseguisse alcançar ótimo, se não, ao menos eu teria tentado.

Eu não vou mentir que quando eu era criança achava essa uma meta um pouco inalcançável, pelo simples fato de que eu morava no interior do estado do Rio Grande do Norte, na cidade de Jardim do Seridó, tão pequena e tão escassa de oportunidades. Nessa época eu tinha muitos sonhos, queria fazer muitas coisas - mas isso já é história para outro post - e nem as pequenas coisas dava para se fazer, logo, eu achei que apender apenas inglês era quase impossível.

Quando eu já estava maior, talvez com uns 13 anos eu comecei a me interessar de verdade pelo aprendizado de outros idiomas e me surgiu a oportunidade de aprender inglês, no final fiz apenas 1 ano de curso, não gostei do método nem da escola, saí do curso por incompatibilidade de horário, pois era em outra cidade.

Depois disso comecei a enumerar mentalmente que idiomas eu deveria aprender, quais me interessavam e que países os tinham como língua oficial.

Aos 14 anos eu decidi que amava espanhol e que definitivamente esse seria um dos primeiros idiomas a se aprender (até porque nem é tão difícil assim, tudo por causa da novela Rebelde, alguém se lembra?). Eu também queria aprender inglês porque eu sempre amei muito a Inglaterra, então esses dois idiomas estavam no topo da minha lista. Eu precisava aprender espanhol e aprender inglês era uma questão de honra. O espanhol parecia mais próximo do que o inglês - com o passar do tempo eu desenvolvi um pequeno bloqueio para o inglês.

No ensino médio eu decidi que queria aprender italiano, não lembro bem o motivo, mas possivelmente tem alguma relação com história (eu amo essa disciplina). O francês veio em seguida, talvez por causa da Torre Eiffel, no entanto, o principal motivo foi revelado no último ano do colegial: a diplomacia me encantou . Faltava um idioma para completar os 5 que me tornariam poliglota - sonhos - e foi então que eu tornei o alemão mais uma língua a ser estudada na minha listinha, eu lembro do 'oleleihu' das historinhas que eu assistia quando era criança, da neve, do frio, mas um motivo real para essa decisão não existe.

Enquanto eu ainda estava na escola e inundada de sonhos, eu comecei a imaginar quão especial eu seria - para mim mesma, pois falar outros idiomas é uma conquista exclusivamente pessoal - se eu soubesse outras línguas além das 5 listadas. Em seguida, eu enumerei japonês e mandarim (chinês), eu sempre achei a escrita "desenhada" linda e eu sempre gostei de mangá e anime, apesar de não ler ou assistir muitos. (Os idiomas orientais saíram da minha lista há alguns anos. Deixei de me interessar enquanto fazia o curso de espanhol.)

E quem sabe acrescentar outros idiomas ao longo dos anos. Mas eu tinha um sério comprometimento, só passaria para o idioma seguinte depois que eu estivesse mais do que certa de que tinha aprendido o idioma anterior perfeitamente, ou seja, tivesse alcançado a fluência.

Desse modo, eu lhes digo que possuo uma relação séria de amor com as línguas, isso é algo muito particular, eu não tenho como explicar melhor. Mas um dos meus sonhos é aprender vários idiomas e ser poliglota. Hoje eu sou trilíngue, falo português (língua materna), espanhol (segunda língua) e inglês. Estou aprendendo alemão, que não é tão difícil quanto parece.

O próximo post irá explicar melhor os motivos de eu ter escolhido o alemão agora. 

Beijos!

sábado, 27 de setembro de 2014

Como proteger a sua mala de viagem?

Oi, pessoal!

Hoje eu venho aqui para compartilhar uma dica muito útil, eu tive essa ideia quando eu estava comprando a minha mala de viagem. E imediatamente comprei o item tão cobiçado. Papel-filme.

Eu fiquei pensando em todas as malas que eu já vi no aeroporto, protegidas de alguma forma. E eu fico morrendo de pena da mala quando eu viajo, pois sempre estraga ou suja muito.

Eu já vi mala enrolada em plástico bolha, em plástico normal, em plástico resistente e teve uma memória que me remeteu ao papel-filme. Então, eu pensei "Por que não tentar?"

Rapidamente eu comprei o rolo de papel-filme e ele ficou na minha casa esperando o dia certo de usar.

No dia da minha viagem para Fortaleza, eu levei a mala para a sala (com a ajuda do meu pai, ela estava pesada demais) com o intuito de enrolar o plástico. Esqueci (todos choram). Minha mala de novinha passou a bem usadinha quando eu peguei ela na esteira do aeroporto de Fortaleza. 

Deu tanto desgosto que eu resolvi comprar um papel-filme em Fortaleza para proteger a mala para a viagem a Frankfurt. Se numa viagem curta como é Natal-Fortaleza sujou, imagina na outra que o pessoal ainda é menos zeloso.

Eu enrolei a mala bem direitinho, como a minha mala é grande precisa de um rolo inteiro de 15 metros, talvez um de 20 metros seja até melhor, pois é importante dar mais de uma volta na bolsa, eu acho que 3 voltas são suficientes.

A minha bolsa ficou tão bem embalada que o único dano que o plástico teve foi um furinho na frente, ela ficou perfeita e o plástico funcionou super bem. E o melhor é que você tem certeza de que ninguém mexeu na sua bagagem, ainda mais quando você deixa a mala com as travas embaixo do plástico.

Minha mala após a viagem Fortaleza-Frankfurt
Se vocês quiserem um vídeo explicando como eu fiz a proteção da minha mala escrevam nos comentários, que eu o farei em breve.

Beijos!

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Homens, Mulheres e Filhos

Esse é o título de um filme que trata da vida cotidiana que nos é apresentada nos dias de hoje. Toda a influência da internet no comportamento das pessoas, na visão das pessoas sobre elas próprias e em como tudo isso reflete em sua rotina.

O filme é dirigido por Jason Reitman, o mesmo diretor de "Juno" e "Amor sem Escalas". O elenco possui grandes nomes e alguns queridinhos como Ansel Elgort (A Culpa é das Estrelas), Jennifer Garner (De Repente 30) e Adam Sandler (Click).

A Paramount Pictures, distribuidora do filme no Brasil, disponibilizou o trailer oficial hoje, juntamente com a seguinte sinopse:

“Homem, Mulheres & Filhos” conta a história de um grupo de adolescentes do ensino médio e de seus pais enquanto tentam lidar com as diversas maneiras nas quais a Internet mudou seus relacionamentos, suas comunicações, suas auto-imagens e suas vidas amorosas. O filme trata de questões sociais como a cultura dos videogames, anorexia, infidelidade, busca da fama e a proliferação de material ilícito na Internet. Na medida em que cada personagem e cada relacionamento é testado, podemos ver a variedade de caminhos que as pessoas escolhem – alguns trágicos, outros cheios de esperança – e fica claro que ninguém está imune a esta enorme mudança social que vem através de nossos telefones, nossos tablets e nossos computadores.


Para quem se interessou pelo longa, fique sabendo que ele estreia dia 20 de novembro nos cinemas brasileiros (Aproveitem por mim!).

Beijos!

Voando para a Alemanha

Oi, pessoal!

Como vocês estão? Gostaram do post de ontem? Então para dar continuidade...

O lugar marcado na minha passagem era mais ou menos no meio do avião, então eu esperei a informação de que eu poderia embarcar - sentada na sala de embarque -, nada de ir para as filas que demoram um ano para andar, fiquei lá quietinha. Não sei se o pessoal da Companhia chamou, mas quando eu vi que faltavam poucas pessoas para embarcar e não tinham chamado a minha cadeira, eu resolvi seguir para a fila, que já estava bem menor.

Chegando na aeronave eu dei de cara com a parte executiva, cadeiras maiores, mais confortáveis, dois corredores - como de costume - com 3 fileiras de cadeiras, mas emparelhadas em pares - eis o diferencial da executiva.

Quando eu vi que a classe executiva era assim, eu estava esperando uma econômica ruim, mas ao contrário da imagem que haviam me passado da Condor eu me surpreendi. Eu gostei do avião, parecia novinho, a cadeira era confortável, maior do que a última que eu havia viajado, apenas 3 lugares na fileira do meio, com a TV no assento da frente - a pessoa tinha que pagar para ver mais conteúdo na TV - e o fone de ouvido também era pago - caso você quisesse um.

Visão da minha cadeira

A TV bonitinha que ficava na cadeira da frente para eu assistir
O lugar reservado aos pés e a alguma bagagem de mão era bem espaçoso, a despeito do compartimento superior de bagagem (dessa vez eu fiquei no meio e esse compartimento parecia ter menos espaço que os das laterais). Mas eu gostei de tudo na aeronave.

O banheiro também era bom, a viagem foi tranquila, sem turbulência, sem criança chata chorando ou pais incômodos ao meu redor.
Propaganda gratuita da Condor hehe

Eles serviram duas refeições, um jantar bem gostoso (que eu esqueci de tirar a foto), tinha salada, pão, manteiga, geleia, o prato principal era arroz com uma carne cozida e um pudim de sobremesa, além das bebidas, que podiam ser água, suco, chá ou café.

O café da manhã estava gostoso também. As bebidas oferecidas no café da manhã eram as mesmas do jantar. Definitivamente, gostei muito da Condor.

Café da manhã

Quando o avião aterrissou eu passei pela imigração mais uma vez. E dei "Oi" para o aeroporto de Frankfurt, onde o meu amigo alemão estava esperando a mim e ao meu amigo brasileiro, em companhia do pai.

E assim começa a minha temporada na Alemanha.

Beijos, queridos! E até a próxima!

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Trilogia: A Seleção

Ainda nessa vibe romântica, eu quero recomendar para vocês uma trilogia super fofa e incomparável no quesito romantismo: A Seleção. Os livros são divididos em: A Seleção, A Elite e A Escolha.

Segredos de Diário

É necessário avisar desde já que a história é centrada exclusivamente no envolvimento amoroso da personagem principal, America.

Ela começa o livro em um relacionamento secreto com Aspen, o grande amor de sua vida, e em pouco tempo ela passa a participar de um concurso que decidirá quem será a futura princesa de Illéa (país onde America vive).

A trilogia é leve e envolvente. Alguns leitores da história não gostam de America e elas tem motivos para isso. No entanto, eu gosto muito dela, talvez porque eu tenha me identificado com ela, mas eu mudaria alguns dos comportamentos que ela tem ao longo dos 3 livros.

Segredos de Diário

Entretanto, a história é muito linda e merece ser lida. Ela é a responsável pelo meu romantismo exacerbado nessa semana de setembro e sabe de uma coisa? Eu estou adorando.

Fazia tempo que eu não lia algo tão fofo, romântico e agradável. A escrita da autora (ou tradutor?) é super agradável de se ler, o livro é bem escrito, então já vale 50% do tempo dispensado para a leitura.

Se você é chorona com certeza vai precisar de lencinhos, há algumas cenas bem fortes. Muitas reviravoltas acontecem,então prepare o seu coração. 

Informação importante: Eu não vi qualquer notícia relacionada a um possível filme, então ainda não é possivel ter esperanças sobre adaptações a curto prazo.

Beijos e aproveitem a leitura!

P.S.: Essa postagem está acontecendo tardiamente, pelo simples fato de que o blog não programou da maneira correta, ela deveria ter acontecido no sábado passado. Então, para não perder completamente a graça, eu estou postando hoje. Desculpa, pessoal!

Minha estadia em Fortaleza

Oi, pessoal!

Tudo bem?

Eu sei que eu estou devendo milhões de posts para vocês, mas os dias que antecederam a viagem, os dias em que ela acontecia e os dias seguintes foram bem difíceis. Felizmente, eu tive a grande ajuda de Raylane, vulgo Ray (que insiste em não fazer um perfil próprio no blog), nesses dias em que eu estive ausente.

Mas a partir de hoje eu irei falar dessa nova viagem, desse novo intercâmbio - como vocês preferirem - e vou contar para vocês o que faltou do meu primeiro intercâmbio, ou seja, tudo, mas gradualmente, entre um post e outro eu vou contando para vocês as minhas antigas aventuras.

E agora, eu vou contar um pouquinho da minha viagem atual. 

Em um post anterior de setembro eu mencionei que estava indo para a Alemanha passar uma temporada, não defini data, nem duração, nem o que eu estava indo fazer, mas isso é história para outro post.

O que eu vou dividir com vocês hoje é o seguinte: eu comprei um vôo para a Alemanha pela Condor (Companhia Aérea Alemã), o vôo tinha origem em Fortaleza com destino a Frankfurt (vôo direto). Sendo assim, eu busquei uma passagem barata Natal-Fortaleza no mesmo dia do vôo para a Alemanha. Não encontrei pela Gol no mesmo dia sem conflitar com o horário da viagem para o exterior - escolhi essa empresa, pois minha mãe presenteou a mim e ao meu amigo com as passagens. Logo, resolvemos comprar as passagens para o dia anterior.

Agora a preocupação era encontrar um lugar não muito caro para ficar e se programar direitinho para o vôo do dia seguinte. O pai do meu amigo tem um amigo em Fortaleza e concordou em nos hospedar. Tudo combinado, tudo certo. Partiu Fortaleza!

No aeroporto de Natal (esqueci de tirar voando)

Eu e Júlio
O vôo chegou com certa antecedência, o senhor Alexandrino foi nos buscar no aeroporto e nos levou para uma pousada, para que nós pudéssemos nos acomodar melhor, sem preocupação de horário ou barulho ou qualquer coisa. Nos tratou super bem, como filhos. E o mais interessante é que era o aniversário dele. Nossa, eu fiquei bem surpresa.

Depois de nos instalarmos fomos dar uma volta pela orla da cidade, em seguida, ele nos levou para jantar na casa dele, a esposa, as filhas e a sobrinhas estavam preparando o jantar. Estava delicioso, até peguei uma receitinha com a dona da casa. São pessoas adoráveis. A sensação é de que nos conhecíamos há muito tempo. São poucos os locais e as pessoas que nos fazem sentir tão bem. Eu tenho muito o que agradecer a essa família tão boa.
A família do seu Alexandrino, comigo e o meu amigo, mas está faltando o filho e a esposa na foto
No dia seguinte, eu acordei no horário programado, tomei café da manhã, comprei as últimas coisas que faltavam, fui almoçar na casa do seu Alexandrino e ele nos deixou no aeroporto aproximadamente às 14 horas para um vôo que seria às 16:50, é um horário relativamente tarde para um vôo internacional (em tese você tem que estar no aeroporto com pelos menos 3 horas de antecedência).

Fizemos check-in, passamos pela inspeção, polícia federal e então aeronave.

A história continua no próximo post!

Beijos!

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

"Me voy" com Julieta Venegas

Oi pessoal, como vocês estão? Aqui é Ray novamente ( ~invasão do orkut ~ hahaha). Egle está se organizando com as postagens e essa semana ainda tudo estará normalizado. Esse post está um pouco em cima da hora, então resolvi - por que não?- falar sobre uma cantora que me conquistou nas últimas semanas: Julieta Venegas.

Há muito tempo ouço meus amigos falando sobre ela e suas músicas, mas só tive curiosidade de escutar suas canções semana passada e, gente, fiquei muito empolgada. A voz dela e o sotaque são lindos!

Para quem -ainda- não conhece o trabalho dela, vou deixar minhas músicas preferidas aqui abaixo:

Limón y sal


Me Voy


Ilusión


Miedo


E esses clipes? Um mais fofo que o outro! Na verdade tem muitas outras, a exemplo de "Eres para mi", "Andar conmigo", "Algo está cambiando", mas vou deixá-los com essas. Quem tiver curiosidade, há muitas músicas disponíveis no youtube, inclusive shows completos.

Bom, por hoje é só! Prometo que o próximo post será mais completo.
Um beijo!

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Viagem a Santiago do Chile (parte 1)

Oi, pessoal! Como vocês estão? Aqui é Ray. Infelizmente não foi possível postar esse final de semana. Quem está acompanhando as postagens sabe que Egle viajou para a Alemanha e vai passar um tempo até se adaptar ao fuso horário de lá. Não se preocupem, tudo será resolvido logo!

Então, voltei para continuar a série de posts sobre a viagem a Santiago do Chile. Não quero que as postagens fiquem muito longas, então vou tentar ser o mais objetiva possível. Se faltar alguma coisa, ou se tiverem alguma dúvida, deixem nos comentários do blog, ou na fan page do facebook e eles serão devidamente respondidos!

Escolha do local
Como havia dito no post anterior, acreditava que minha primeira viagem internacional seria para Buenos Aires, porque já havia feito muitas pesquisas em relação a cidade, visto muitos vlogs e tudo, porém Fernanda (amiga que viajou comigo) abriu meus olhos para Santiago. Principalmente por causa da época em que iríamos viajar, no finalzinho de agosto. Descobrimos que ainda haveria neve na Cordilheira dos Andes e isso foi o ponto final para a escolha Até então, nunca havíamos visto neve.

Compra das passagens
Eu acredito que tivemos muita sorte com relação as passagens. Para quem mora na Paraíba sabe o quanto é difícil conseguir preços bons saindo de João Pessoa. Decidimos um prazo para que comprássemos nossas passagens. Estipulamos até a metade de junho, para que a partir da daí, escolhêssemos o que faltasse para a concretização da viagem. Passamos cerca de um mês pesquisando as passagens em todos os sites possíveis e acabamos comprando no: www.tam.com.br.  Nosso voo saiu por cerca de R$900,00 para cada, ida e volta, saindo do aeroporto João Suassuna, que fica em Bayeux.  Minha dica é: não deixe de pesquisar nos sites das empresas, principalmente se você tem cartões que acumulam milhas. Claro que é sempre bom olhar no Submarino Viagens, ou no Decolar.

Escolha do Hotel
Na verdade, ficamos em um apart-hotel. Para encontrar foi uma saga! Passamos cerca de 2 meses pesquisando onde ficaríamos. Acho que já conhecia Santiago antes mesmo de ir, apenas de andar no Street View. Sério, é uma das melhores coisas a se fazer antes de viajar.

Voltando. A ideia inicial seria ficar em um hostel, porque é mais barato e poderíamos conhecer muita gente, mas ficamos com receio, já que era nossa primeira viagem internacional e não sabíamos como seria, se era seguro, etc. Então, resolvemos buscar um apartamento que tivesse cozinha, assim compraríamos alimentos para os cinco dias em que estivéssemos e não gastaríamos comendo fora (pesquisando, vimos que a comida lá não é muito barata).

Depois de muita pesquisa no Booking, escolhemos o Santiago World Apartaments, um ap com sala, cozinha americana, varanda e um quarto com suíte. Reservamos e saiu tudo por $300,00 UD. Achamos que valeu super. O apartamento fica no centro da cidade, perto da Calle Augustinas (onde dá pra trocar seus reais/dólares), perto do Cerro Santa Lucía, de supermercado, farmácia, lojas, enfim. Fizemos os pontos turísticos todos a pé. No Google Maps parecia mais distante, mas que nada! O máximo de caminhada seria uns 30 minutos, você nem sente!

O dono do apartamento é o Sr. Luiz Martínez, muito gente boa, atencioso e engraçado! Ele também trabalha como taxista e nos levou para diversos lugares à noite (preferimos ir de táxi e o preço é parecido com o daqui, aliás, ainda achamos mais barato por lá) e ainda deu dicas de balada e restaurante, além de nos dar um mapa da região.

O pagamento é feito no dia em que você chega, então se puder levar em dólares, é melhor! Pode ser que o real esteja desvalorizado e quando converter do dólar para o peso e do peso para o real, você saia perdendo. Sim, é possível pagar em qualquer uma das três moedas.


Vou deixar umas fotos (desculpem a qualidade e a bagunça, tiramos as fotos depois de nos instalarmos - e bagunçarmos tudo) para que vocês vejam o interior do apartamento (apesar de já ter fotos no booking).





























Então, eu disse que ia fazer um post pequeno, mas é tanta coisa pra falar que acabo me perdendo. Espero que ajude e, como eu disse no início do post, qualquer dúvida, estou por aqui. Depois virão mais textos sobre os pontos turísticos que visitamos.
Um beijo!

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Trilha Sonora da Semana - Sentir

São músicas para viajar, se libertar, se sentir mais forte, cantar junto do cantor, se sentir especial, se emocionar, ...

Cada um tem uma maneira de ouvir música, eu prefiro me emocionar, sentir a música no meu coração, no meu cérebro, no meu sangue, na minha pele, ...

Eu gosto de sentir, então é isso, a palavra-chave da semana é : SENTIR.

1. Counting Stars - One Republic

2. It's Time - Imagine Dragons

3. Let it Go - Demi Lovato

4. Brave - Sara Bareilles (Versão The Bands)

5. Wake Me Up - Avicii

6. Feel so Close - Calvin Harris

7. Titanium - Sia feat David Guetta

8. Safe and Sound - Capital Cities

9. Hey Brother - Avicii

10. Summer - Calvin Harris

Eu espero que vocês curtam essas músicas no mesmo momento em que o meu avião está decolando. Então é isso pessoal, tchau Brasil, te vejo na próxima!

Beijos!

5 dicas para sua primeira viagem internacional de avião




Oi, pessoal! Aqui é Ray novamente. Conversando com Egle sobre viagens percebemos que muitos detalhes passam despercebidos para os que viajam de avião pela primeira vez, principalmente se é uma viagem internacional. Você sabia que no avião é possível comprar alguns produtos ainda mais baratos que no free shop? E que não é econômico trocar dinheiro no aeroporto? A partir dessas questões, Egle me pediu para fazer um texto sobre algumas dicas para quem vai viajar para fora do país, mais precisamente pelos países que fazem parte do Mercosul.

A primeira dica: leve uma goma de mascar na bolsa de mão. Sério. Quando o avião está perto de pousar seus ouvidos vão sofrer um pouco (para saber o porquê clique aqui), mascar chiclete ajuda bastante a diminuir a sensação incômoda.

Segunda dica: Não troque dinheiro no aeroporto. Tente trocar em casas de câmbio da sua cidade. E para o caso de você viajar a Buenos Aires ou a Santiago, deixe para trocar no próprio lugar. A diferença é exorbitante. No aeroporto GRU (Guarulhos), troquei R$ 1,00 por $209 CLP (pesos chilenos), já na casa de câmbio, no mesmo dia, peguei $242 CLP. Só troque no aeroporto se você realmente não tiver outra opção.

Terceira dica: Fazer o check-in online é sempre uma boa ideia. Evita alguns estresses do aeroporto e longas filas.  Só tome cuidado para preencher seus dados corretos para evitar transtornos.

Quarta dica: Se você vai viajar para algum país que faz parte do Mercosul, esteja ciente de que precisará preencher um formulário com seus dados e sobre o que vai fazer no país. Esse papel vai ser carimbado ao você passar pela imigração (na chegada ao país) e você tem que guardá-lo, pois ele será necessário na volta. Não tenho certeza se ainda é esse valor, mas, ano passado, a taxa para quem perdia esse papel era de $100,00 USD (dólares).

Quinta dica: Se você vai viajar e já pensa nas compras do Duty Free, essa dica vale muito. Caso não tenha cartão internacional, leve dólares com você no avião, na ida ou na volta. Durante o voo, os comissários de bordo passam um tipo de free shop expresso, produtos com super descontos (você pode olhar as promoções do dia nos catálogos disponibilizados no avião). Fiquei impressionada com os preços, mas não sabia disso antes e nem tinha cartão internacional.


Poderia escrever muito mais sobre o que pesquisei, mas prefiro deixar alguns links que me ajudaram bastante durante o planejamento da viagem:





Essas dicas foram de acordo com minha experiência. Se você tem alguma dica preciosa para compartilhar, deixe seu comentário. Será bienvenido! 

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Filmes Jogos Vorazes e Em Chamas

Pessoal, depois desse trailer maravilhoso que saiu na segunda-feira de A Esperança Parte 1 não tem como ficar calma. A ansiedade está grande e o coração está pulando.

Pensando nisso, eu resolvi indicar para vocês os dois primeiros filmes da série, os quais narram a história de Katniss e Peeta na disputa da Arena dos Jogos Vorazes. Seja para relembrar a história ou para quem nunca assistiu.

Google Images
A história dos dois filmes é bem intensa, muita coisa é posta em jogo, principalmente a vida, tendo em vista que a luta nesses jogos é pela vida. Os participantes devem morrer para que haja apenas um vencedor e os concorrentes são crianças. Imaginem crianças e adolescentes tendo que se matar para sobreviverem? 

O enredo é uma clara crítica ao sistema de controle, eu vejo como uma distopia do capitalismo, em especial dos Estados Unidos, afinal de contas, Panem (o país do filme) é um Estados Unidos do futuro depois de guerras e destruição (como sempre).

É muito interessante a maneira como o filme trata a resistência humana, a crueldade, a sede de controle, a corrupção, enfim, todas essas doenças da humanidade de uma maneira tão distópica e real ao mesmo tempo.

O primeiro filme se chama Jogos Vorazes - título também da coleção -, é onde conhecemos o sistema do país Panem, que é constituído por 12 distritos e uma Capital. Cada distrito se destaca por algum tipo de produção e a Capital apenas usufrui da riqueza. Todo ano acontece os Jogos Vorazes e todo ano 2 crianças ou adolescentes são sorteados para serem os representantes do seu distrito, um do sexo masculino e outro do feminino.

O segundo filme se chama Em Chamas, nesse filme Katniss e Peeta são campeões da última edição dos Jogos Vorazes, mas eles não contavam com o fato do ano seguinte ser o do aniversário de 75 anos da disputa e a cada 25 anos há uma edição especial dos Jogos. Isso significa que os campeões ainda vivos devem voltar para a Arena para uma nova disputa do Torneio. Cruel, não?

Beijos!

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Esmalte para a viagem

Olá, pessoal!

Eu ainda pretendo mostrar para vocês alguns cuidados que todos devem ter ao se preparar para uma viagem de longa duração ou apenas uma viagem curta. No entanto, hoje eu preferi dividir um pouquinho dos meus cuidados pessoais.

Como eu sei que a maioria das meninas e mulheres que me seguem estão sempre interessadas em novidades do mundo da beleza ou apenas em cores novas do mercado ou mesmo uma cor já existente, mas que ainda não testou, eu resolvi compartilhar a minha com vocês.

Mais um dos cuidados femininos, que toda mulher é adepta, fazer as unhas antes de viajar. Eu gosto de escolher o esmalte de acordo com o meu humor. Eu não sabia bem que cor escolher hoje, pois não sei definir o meu humor. Mas como eu normalmente pinto de vermelho, hoje resolvi escolher um rosa.

Com Flash
Ele não é um rosa muito bem definido, é um rosa meio chock, meio pink, meio coral, meio vermelho. Depende do ângulo em que você olhar, da incidência da luz e talvez até da cor que você queira ver.

Sem Flash
O esmalte é da marca Ana Hickman, nome é Kiss, linha cremosa.


Eu gosto de fazer as unhas na Clínica de Pilates Corporeum, em Natal. A manicure é Sílvia (minha manicure favorita), só quem faz as minhas unhas é ela, não aceito substitutas. Essa coisa de quem faz manicure bem é um tanto pessoal, eu gosto demais dela, para mim são perfeitas, mas você pode não gostar. O único e grande detalhe é que ela está na clínica 2 vezes na semana, na quarta e na quinta-feira, então para conseguir uma vaga é um pouco difícil, mas vale super a pena.


Beijos!

Uma viagem para os Andes


Bom, acredito que vocês não me conheçam, venho por aqui de passagem, consertando algumas coisas técnicas do blog, mas quem acompanha a Fan Page, no facebook, deve ter lido meu nome algumas vezes. Sou Ray, amiga de Egle há uns anos.

Posso dizer que sempre acreditei nos sonhos, aqueles que motivam seus passos, suas lutas diárias e conquistas, mas confesso que nunca imaginei conseguir tão rápido realizar um dos meus desejos mais especiais, viajar para outro país. Não quero desmerecer o Brasil, há muitos lugares por aqui que pretendo visitar, mas essa viagem era diferente.

Pode parecer bobagem, mas sempre fui fascinada pela língua espanhola e tinha muita vontade de passar alguns dias em um país que me fizesse praticar o idioma. Sempre imaginei que minha primeira viagem internacional seria para a Argentina, Buenos Aires mais especificamente, mas depois de pesquisas e por influência de uma amiga, resolvi ir ao Chile. E quer saber? Não poderia ter feito uma escolha melhor.

Depois de três meses de planejamento, economia, pesquisas no google, vários posts de inúmeros blogs e muita conversa, decidimos, uma amiga e eu, que iríamos nos aventurar em Santiago. E falo de aventura porque nenhuma de nós tinha viajado para tão longe (uns sete mil quilômetros) sozinha. Dessa vez era tudo por nossa conta.

Foi um desafio maravilhoso. Desde a escolha da cidade e dos dias em que ficaríamos lá, até a volta. Já que Egle me presenteou com esse espaço, vou deixar minhas dicas e experiências na cidade. Espero que elas ajudem quem está pensando em visitar o país nestes próximos meses e que inspire os que têm a mesma sede de viajar.  

Abaixo, algumas fotos do que está por vir.


Um abraço e até o próximo post!



Foto do Avião: Cordilheira (linda) dos Andes



Cordilheira (foto tirada dentro da van)

Cordilheira dos Andes

Parque Forestal


terça-feira, 16 de setembro de 2014

Madilyn Bailey

Oi, pessoal!

Madilyn Bailey é o nome da cantora que eu descobri no final de semana e eu amei o timbre de voz dela! Pelo visto ela já é bem famosa e suas músicas são vendidas no iTunes, mas você pode encontrar várias interpretações dela no YouTube.

Eu vou compartilhar com vocês algumas das minhas músicas favoritas na voz dela, essas novas versões ficaram maravilhosas!

Eu espero que vocês gostem tanto quanto eu!

1. Titanium

2. Radioactive

3. When I Was Your Man (Female Version)

4. Mirrors

5. Wrecking Ball

6. Wake Me Up

7. Chandelier

8. My Immortal

9. Summertime Sadness

10. Heart Attack

Beijos!

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Novo Trailer Jogos Vorazes: A Esperança Parte 1

Gente, hoje saiu o primeiro trailer de Jogos Vorazes: A Esperança Parte 1 (todos vibram)!!

Acho que todo mundo estava esperando ansiosamente para que o dia 15 de setembro de 2014 chegasse logo e nos desse uma prévia do que será esse filme (dedos cruzados).

O Brasil será o primeiro país em todo o mundo a transmitir o filme (Egle chora) e quem estiver no Brasil no dia 19 de novembro de 2014 poderá ir ao cinema e contemplar a primeira parte do desfecho dessa história maravilhosa!

Eu estarei na Alemanha, onde os cinemas são em alemão, eu vou sofrer pra encontrar algum cinema que tenha o áudio original em inglês (Egle desesperada).

Bom, chega de conversa mole, o que interessa aqui hoje é o trailer. Deleitem-se:

Beijos!

Para quem quer desenvolver mais o Inglês

Oi, pessoal!

Para começar a semana com uma vontade renovada de aprender, eu resolvi indicar para vocês um site britânico bem legal, se chama Future Learn.

Página do Site


O site é vinculado ao British Council, que é uma instituição muito séria no ensino da Língua Inglesa na Inglaterra e ao redor do mundo.

O Future Learn disponibiliza diversos cursos online e gratuitos para os estudantes estrangeiros de Inglês. Cada curso tem um foco diferente, seja em cultura, música, história, geografia, política, ciência, linguagem técnica, profissões, entre muitos outros.

A intenção do site é ajudar estudantes do mundo inteiro no aprendizado da língua e no desenvolvimento dela, bem como na meta de atingir fluência no idioma.

Página de Cursos

Há cursos iniciando toda semana. Cada curso tem uma duração diferente, depende do objetivo explorado, pode ser de 2 semanas, 3 semanas, 4 semanas, ou mais. E cada curso precisa de uma carga horária semanal diferente, pode ser de 2 horas, 3 horas, 4 horas ou mais.

Para ter acesso a tanto conteúdo legal, basta clicar aqui, o link lhe direciona para a página de cursos.

Beijos!

domingo, 14 de setembro de 2014

Criação do Blog




O Segredos de Diário foi criado há muito tempo, no longínquo novembro de 2007, quando uma amiga muito querida estava se despedindo de mim e dos meus amigos de escola, pois ela estava se mudando.

Naquele tempo os blogs eram criados a todo momento e qualquer pessoa tinha um blog com o único intuito de expor suas opiniões publicamente na internet ou falar da sua vida privada. Não era nada parecido com o que acontece hoje em dia, ou talvez eu que seja ingênua demais.

Eu criei o blog porque achava legal essa atitude de escrever os pensamentos e expô-los online. O meu primeiro post foi uma despedida para a minha amiga (você pode conferir aqui).

As postagens seguintes foram e são dos mais variados assuntos. Tudo depende do meu interesse no momento. Vocês podem verificar que eu já tive uma fase meio escritora, em que eu publicava longos textos. Outra fase em que eu expunha os meus pensamentos. Hoje eu gosto de falar das coisas que me dão prazer, sejam elas: maquiagem, viagem, música, livros, filmes, seriados, etc.

Eu espero muito que os meus interesses se confundam com os seus e você seja um seguidor assíduo.

Beijo grande no coração de cada um de vocês!

Egle Karoline

sábado, 13 de setembro de 2014

Filme: Divergente

No fim de semana eu gosto de fazer coisas relaxantes, especialmente depois de uma semana atribulada. E para esse fim de semana eu gostaria de recomendar um filme maravilhoso, chama-se Divergente.


No elenco tem Shailene Woodley (A Culpa é das Estrelas) como a heroína do longa, seu nome é Beatrice Prior, mas logo no início muda para Tris. Theo James (Golden Boy) é o outro protagonista, ele se chama Quatro e é instrutor de Tris. Temos ainda Ansel Elgort (A Culpa é das Estrelas) como o irmão de Tris, Caleb Prior.

A história de Divergente é adaptada em uma realidade futurística, onde o mundo foi destruído após uma grande guerra e as pessoas foram distribuídas em cinco facções. Cada facção representa o oposto de algo ruim, que acredita-se ser um dos motivos para a destruição da antiga sociedade.

A Abnegação representa o altruísmo, que é o oposto do egoísmo. A Amizade prega a paz e harmonia, logo abomina a guerra. A Audácia simboliza a coragem, então os membros não podem ser covardes ou demonstrar qualquer fraqueza. A Franqueza é a facção extremamente sincera, pois a mentira arruinou o mundo. A Erudição retrata a inteligência humana, pois a ignorância é um dos grandes responsáveis pelo extermínio da humanidade.

A narrativa é feita por Tris, nós acompanhamos a vida dela e os desafios que ela enfrenta após passar pelo Teste de Aptidão e pela Cerimônia de Escolha. Todo o treinamento que ela recebe nesse primeiro filme e mais algumas coisas surpreendentes.

Segue o trailer do filme para vocês terem um aperitivo:
Beijo!